Recentemente, tem sido comum alguns juristas, em uma reação emocional aos achados da Operação Lava-Jato, defenderem a conveniência de se exigir, em licitações públicas de grandes projetos de infraestrutura, como condição praticamente única de qualificação, o que se chama de “performance bond”, isso é o seguro-garantia de cumprimento de contratos com cobertura com valor idêntico ao preço esperado da obra pública.